autoestima

DESENVOLVIMENTO DA AUTOESTIMA

Quem se ama de verdade não deve pensar nem vivenciar o passado triste. Deve lembrar e mentalizar o fato como experiência para evoluir e ver de forma fria e natural o que lhe aconteceu, procurando aproveitar o que vivenciou.

 

Diante de uma pessoa que está tentando magoá-la simplesmente deve ter o controle emocional da situação, não deixando que

calúnias ou palavras ofensivas e desarmonias caiam sobre sua AURA. Mentaliza esta pessoa como uma criança grande que não sabe o que faz, procurando compreender como se fosse um deus.

Na verdade, não espera ser compreendido, prefere compreender e estar sempre de bem com a vida. Não se preocupa se alguém gosta ou não dela. Não dá ouvidos a críticas, porque sabe que quanto mais evolui mais atrai pessoas para criticá-la e ofendê-la. É um processo natural da ascensão no Universo. Nunca se terá só aplausos.

Quem se ama de verdade não guarda raiva, rancor e ressentimento, vê tudo à sua volta como se fosse um processo de autoconhecimento e está sempre disposto a perdoar e compreender em qualquer situação.

Não aceita sugestões negativas, policia seus pensamentos e procura analisar cada um separadamente.

Não se magoa, não fica chorando quando é magoada, não se entristece por qualquer razão, não perde o controle em qualquer situação e não se deixa levar por qualquer fato negativo, seja lá qual for.

Não tem medo da morte, doenças, de ficar sem dinheiro, não tem medo de nada! Não se apega a ponto de não sentir coragem e segurança em recomeçar, se for necessário, sem medo do amanhã.

Quem se ama de verdade não tem medo de perder pessoas e valores, porém, é cauteloso na vida material e espiritual e está sempre mentalizando todos bem, conseguindo maravilhas.

Não se deixa acomodar pela vida, está sempre gerando forças para trabalhar, está sempre iniciando algo importante na vida e quando o faz, vai até o fim, aconteça o que acontecer e, dessa forma, alcançará sempre a vitória. O diabo detesta quem se ama, não se sente bem ao lado de quem se adora e cumpre todas as Leis do Amor Próprio.

Quem se ama de verdade evita criticar ou humilhar as pessoas e está sempre policiando seus gestos e atos e, quando sente algo errado, procura consertar e assume seus erros, e só faz criticas construtivas, cuidadosamente. Quem fala de uma outra pessoa, mais tarde vai falar de você para alguém. Não é uma pessoa que se ama.

Quem se ama de verdade é sábio e raciocina antes de falar, evitando passar informações deturpadas e não esclarecidas.

Está sempre para cima, feliz, sorridente. Procura passar o seu tempo livre como se fosse uma criança, alegre e disposta.

Quem se ama de verdade aceita críticas e se corrige, procura ouvir. Ninguém é perfeito. Portanto, você pode errar, mas é muito importante saber ouvir e “separar o joio do trigo”.

Quem se ama de verdade não cria ansiedade, sabe esperar, não tem pressa da vida. Tem o conhecimento do Universo e não teme a morte, sabendo que existirá sempre por todo Universo infinito. Orgulha-se de si mesmo.

Procura sair, passear, dançar, ir a um bom teatro, restaurante, se divertir, enfim. Procura estar em grupo, criando uma política de boa amizade. Procura passear, ir à praia, manter o contato com a natureza.

Quem se ama de verdade procura ocupar seu tempo com o trabalho; procura fazer algo por alguém e por si mesmo, estar sempre com a mente ocupada. Dizem que mente vazia é oficina do satanás, o que é verdade. Com a mente vazia muitos pensamentos negativos caem sobre o nosso pensamento consciente.

Quem se ama de verdade evita ficar em casa sozinho, sem ter o que fazer, procura se distrair, ser útil, procura estar sempre pensando em uma forma de ocupar o tempo com a sua evolução.

Quem se ama de verdade não sente solidão. Se sente muito bem em qualquer situação e está sempre bem, mesmo sozinha. Aproveita os momentos para refletir sobre o lado positivo da vida e estar em sintonia com o amor, principalmente, e estabelece entre si e a sua voz interior um diálogo, isto é, sabe conversar com sua voz interior, imagina sempre uma voz falando consigo tudo aquilo que é bom, útil e importante.

Não cobra sentimentos, ama a outra pessoa naturalmente e não se preocupa se está sendo amada ou não, apenas dá amor e compreensão, e desta forma será amada automaticamente, devido às leis do Universo.

Quem se ama de verdade se sente importante, afinal, é segura de si e não depende de ninguém para ser feliz, a única dependência é a sua sabedoria e Amor Próprio, e sabe que só conseguirá alguém, amando-se primeiro.

Evita sintonizar-se com situações negativas, está sempre bem com todo mundo, não se deixando envolver com problemas de terceiros. Se um amigo está brigado com outro, o problema não é seu. Cada um atrai o que merece e cada um é responsável pelos seus próprios atos. Deve ser totalmente imparcial nas demandas alheias.

Quem se ama de verdade não se apega, não tem carência de afinidade e, muito menos, tem inveja da amizade de outras pessoas e sabe cultivar para si a amizade certa.

Não sente ciúmes exageradamente, não tem medo de perder, se basta, se gosta. Está bem em todos os aspectos e não tem o costume de “chorar pelo leite derramado". Se não for a amizade ou o relacionamento certo, outro virá e tem a consciência de que existirá sempre e que estamos neste mundo só de passagem.

lousa.png

Clube fausto Oliveira